12-09-2018

L’Oréal tem novo diretor geral de aquisições

L’Oréal tem novo diretor geral de aquisições
A L’Oréal promoveu Philippe Cornu ao cargo de diretor geral de Aquisições e Desenvolvimento Externo. O executivo será o sucessor de Alain Evrard, que irá se aposentar. Cornu ingressou na companhia em 1987, onde liderou divisões e negócios em diversos países. Em 2012, ele assumiu a diretoria da área de gestão de riscos e compliance da multinacional.


Desde 2007, sob a direção de Alain Evrard, a L’Oréal tem acelerado o ritmo das aquisições, tomando posse, ao longo dos anos, das marcas Pureology, Yves Saint Laurent Beauté, Urban Decay, NYX Professional Makeup e, mais recentemente CeraVe. A empresa também investiu na compra de marcas locais, como Interbeauty, no Quênia, Vogue, na Colômbia, Niely no Brasil, e Stylenanda, na Coreia do Sul. Em doze anos, o número de marcas internacionais controladas pela empresa aumentou de 22 para 34.


Philippe Cornu, que agora irá se reportar diretamente à Christian Mulliez, vice-presidente e diretor geral de Administração e Finanças, terá a missão de liderar a estratégia de aquisições da L’Oréal, que registrou um faturamento de 26 bilhões de euros em 2017.




Notícias relacionadas

Abihpec: setor assume compromisso de eliminar micropartículas plásticas

A entidade informa que empresas brasileiras de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos assumiram o compromisso de eliminar o uso de micropartículas plásticas sólidas insolúveis em produtos enxaguáveis até 2021

+

Euromonitor aponta tendências globais de consumo para este ano

A volta ao básico, estilos de vida mais independentes e compradores mais questionadores estão entre as “10 Principais Tendências Globais de Consumo 2019”

+

L’Occitane compra marca britânica de skin care

O grupo anunciou a aquisição da Elemis, por aproximadamente US$ 900 milhões. A transação deve ser concluída no primeiro trimestre deste ano

+

Recuperações judiciais recuam e falências atingem menor número desde 2014

Em 2018, os pedidos de recuperação judicial caíram 0,8% ante o ano anterior. Os pedidos de falência tiveram uma redução de 14,6%

+

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos