29-10-2018

Confiança do setor de serviços sobe em outubro, aponta FGV

A avaliação sobre o cenário atual e as expectativas melhoraram, e a confiança do setor de serviços do Brasil subiu em outubro, de acordo com os dados divulgados hoje pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O Índice de Confiança de Serviços (ICS) teve alta de 0,9 ponto em outubro na comparação com setembro e atingiu 88,3 pontos.


"A melhora da confiança das empresas de serviços em outubro tem como traço principal o fato de, pela primeira vez desde fevereiro passado, todos os quatro indicadores que compõem o índice-síntese terem avançado frente ao mês anterior”, destacou em nota o consultor da FGV Silvio Sales.


No entanto, Sales destacou que o ICS permanece abaixo dos 90 pontos, o que caracteriza um contexto de pessimismo moderado. Em outubro, das 13 principais atividades pesquisadas seis apresentaram melhora do índice de confiança. O levantamento mostrou que o Índice da Situação Atual (ISA-S) subiu 0,8 ponto e foi 85,9 pontos, influenciado principalmente pelo indicador que mede o grau de satisfação com o volume de demanda atual. O Índice de Expectativas (IE) teve alta de 1,1 ponto e chegou a 91,1 pontos, com destaque para o indicador que mede o otimismo em relação à situação dos negócios nos seis meses seguintes.




Notícias relacionadas

Abihpec: setor assume compromisso de eliminar micropartículas plásticas

A entidade informa que empresas brasileiras de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos assumiram o compromisso de eliminar o uso de micropartículas plásticas sólidas insolúveis em produtos enxaguáveis até 2021

+

Euromonitor aponta tendências globais de consumo para este ano

A volta ao básico, estilos de vida mais independentes e compradores mais questionadores estão entre as “10 Principais Tendências Globais de Consumo 2019”

+

L’Occitane compra marca britânica de skin care

O grupo anunciou a aquisição da Elemis, por aproximadamente US$ 900 milhões. A transação deve ser concluída no primeiro trimestre deste ano

+

Recuperações judiciais recuam e falências atingem menor número desde 2014

Em 2018, os pedidos de recuperação judicial caíram 0,8% ante o ano anterior. Os pedidos de falência tiveram uma redução de 14,6%

+

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos