06-12-2018

Informalidade atinge 37,3 milhões de trabalhadores em 2017, diz IBGE

Segundo dados divulgados pelo IBGE, em 2017 o Brasil tinha 37,3 milhões de pessoas trabalhando sem carteira assinada: 1,7 milhão de pessoas a mais em relação a 2016, quando 35,6 milhões de trabalhadores estavam nesta situação.


O total de trabalhadores informais em 2017 representa 40,8% de toda a população ocupada (que exerce alguma atividade remunerada) no país. Os dados do IBGE apontam que a informalidade vinha caindo aos poucos desde 2012, quando começou a ser feita a
pesquisa, mas aumentou no ano passado.


Quase metade (46,9%) da população preta ou parda (denominação oficial usada pelo IBGE) está na informalidade. O percentual entre brancos é menor (33,7%). O nível de informalidade é equivalente entre homens e mulheres: 40,8% deles não têm registro em carteira, enquanto 40,7% delas estão na mesma situação. A renda do trabalhador informal é menos da metade da renda de quem atua com registro em carteira. Em 2017, os informais recebiam, em média, 48,5% dos rendimentos dos formais.




Notícias relacionadas

Lubrizol integra divisões para criar a Lubrizol Life Science

A empresa reorganizou suas linhas de negócios – Personal, Home e Health Care – sob uma nova marca

+

Atividade econômica volta a subir em maio, aponta BC

Depois de quatro quedas consecutivas, o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) teve alta de 0,54% na comparação mensal

+

Nivea tem ação focada no Nordeste

A campanha “Se colocando na sua pele” tem foco nas consumidoras da região e aborda a empatia

+

Colgate compra a marca francesa de skincare Filorga

A companhia anunciou a aquisição da unidade de cuidados com a pele dos Laboratoires Filorga Cosmétiques, por 1,5 bilhão de euros

+

Deixe seu comentário

código captcha

Seja o Primeiro a comentar

Novos Produtos