Maquiagem

rica Franquilino

Alto desempenho

Foco na multifuncionalidade

Tendências e matérias-primas

Normas regulatórias

Formas de apresentação

 

Edição Temática Digital - Maio de 2020 - Nº 50 - Ano 15

 

 

Alto desempenho

Com uma pegada mais natural, a pele viçosa e iluminada é uma das principais tendências de maquiagem, em linha com a valorização da autenticidade – cada vez mais presente na estética de cabelos e corpos. Essa predominância convive democraticamente com hits como cores impactantes (em sombras e batons) e traços que desconstroem delineados precisos, conferindo personalidade ao visual.


Para atender às demandas de consumo, como a busca por praticidade e multifuncionalidade, crescem os lançamentos que agregam benefícios adicionais aos produtos – com atenção à saúde da pele. “Uma boa base camufla as imperfeições da pele. Uma excelente base resolve problemas de pele”, define Luciana Pinto, gerente de aplicações e serviços da Assessa.


“Em tempos de cultura digital, a imagem que projetamos ganha ainda mais importância, pois seu alcance é amplificado. A procura por performance em produtos de beleza não é mais tendência, é comportamento adquirido. Para as marcas, é extremamente importante observar isso”, acrescenta.


A categoria de maquiagem vem registrando bom desempenho nos últimos anos. Segundo a Euromonitor International, as vendas do varejo ao consumidor final no grupo “Colour Cosmetics” passaram de R$ 8,88 milhões em 2014 para R$ 10,063 milhões em 2019 – um crescimento de 13,3%. O Brasil ocupa a quinta posição no mercado mundial de maquiagem (dados de 2018). A Euromonitor aponta as três marcas com maior participação no mercado nacional em 2019: Grupo Boticário (20,3%), Avon (13,5%) e Mary Kay (11,4%).


Em razão da situação atual e do potencial impacto da Covid-19 nas indústrias abrangidas pelo levantamento da Euromonitor, a empresa não pode fornecer estimativas de crescimento para os próximos anos. No momento, suas equipes estão analisando as implicações da pandemia nos dados de consumo, em nível global.

 

Foco na multifuncionalidade

“A Klasmé foi uma das pioneiras em trazer para o Brasil o conceito K-Beauty, com produtos como as máscaras faciais feitas de fibras de celulose e a base cushion, que é uma mistura de BB cream e pó compacto”, comenta Paula Rosso, gerente de marca da Klasmé Cosmetics.


A marca lançou recentemente o pó solto ultrafino Loose Powder, desenvolvido para aumentar a durabilidade da maquiagem e controlar a oleosidade da pele. O produto está disponível nas versões Off White, para um acabamento natural, e Apricot, com tonalidade levemente amarelada e que se adapta a diferentes tons de pele, especialmente às morenas. O Loose Powder traz a tecnologia de difusão de luz, que melhora a aparência do rosto, diminui linhas finas e disfarça imperfeições.


A caneta Eyebrow 4 You, também lançada recentemente, promete sobrancelhas definidas e com aspecto natural. Entre os diferenciais, estão as quatro pontas, que facilitam e reproduzem com maior precisão o desenho dos pelos naturais.


Paula destaca o avanço da categoria de maquiagem entre as millennials, ávidas consumidoras de conteúdo no mundo digital. “É uma geração atenta às novidades, mas que fica de olho na relação custo-benefício: desejam produtos que ‘performem’ e não agridam a pele, com preços acessíveis. Vejo a Klasmé ocupando essa lacuna, com produtos asiáticos de referência e preços atrativos.”


A executiva menciona como exemplo de solução “para ficar linda de maneira rápida e prática” a maquiagem multifuncional do tipo 3 em 1: função base (cobertura natural), corretivo (disfarce de imperfeições e manchinhas) e proteção solar (com FPS alto, mas sem obstruir os poros). “Tudo isso em um único produto. Pensando nessas tendências de luminosidade, pele natural e multifuncionalidade, teremos boas novidades da marca chegando no segundo semestre”, adianta.


O portfólio de maquiagem da Mahogany é focado em batons, nos formatos convencional e líquido. “Em ambas as versões, são oferecidas texturas variadas, que colorem e cuidam dos lábios com ingredientes que hidratam, nutrem e protegem contra o ressecamento”, aponta Bruna Letícia de Souza, coordenadora de desenvolvimento de produtos.


Os batons em formato de bala são formulados com ativos como vitamina E, manteiga de cacau, cera de carnaúba e cera de abelha, para conferir hidratação, nutrição e proteção aos lábios. Ela ressalta que boa cobertura, fácil deslizamento e textura que não escorre são atributos essenciais nesses produtos. Em batons líquidos, são valorizados benefícios como facilidade de aplicação, secagem rápida, excelente cobertura e longa duração – sem “craquelar”.


“É muito forte a tendência minimalista e de maquiagem com aspecto mais natural. Os lábios tendem a se mostrar mais iluminados, com cores cintilantes. Quem abusar nos olhos deve usar cores mais claras na boca, com destaque para o nude ou ‘cor de boca’. O batom rosa pink também é uma forte tendência”, afirma.


A base Synchro Skin Self-Refreshing Foundation, que integra a linha Makeup Complexion, é um dos lançamentos recentes da Shiseido em maquiagem. “A base é formulada com a tecnologia Active-Force, desenvolvida para adaptar-se às necessidades de todos os tipos de pele e responder às mudanças ambientais”, aponta Fernanda Farias, beauty expert da marca no Brasil. “Ela tem FPS 30 e o exclusivo ácido bio hialurônico de Shiseido, que mantém a hidratação da pele por 24 horas. Com formulação oil-free, a base detecta e absorve o excesso de oleosidade na pele por até oito horas”, completa.


O sensorial do produto é “sensacional”. Segundo Fernanda, a refrescância e a sensação de ter acabado de aplicar a base permanecem por 24 horas. A cobertura é de média a alta, com resistência a umidade, água e suor, sem a formação de vincos e transferências.


A Shiseido criou o Hana and Kaede Face Powder, seu primeiro pó solto, em 1906. Fernanda destaca que os novos pós da marca são os mais leves “de toda a história de inovação da Shiseido”, com aderência superior em qualquer tom de pele. “Eles não deixam aquela ‘cara de pó’, porque são totalmente invisíveis, não alteram a tonalidade da pele nem a maquiagem”, assegura. Os pós da linha Synchro Skin Invisible Silk Loose Powder controlam a oleosidade e o brilho por até oito horas, minimizam a visibilidade dos poros, não acumulam nas linhas e rugas, “deixam a pele respirável e têm efeito blur, sem deixar resíduo esbranquiçado”, descreve.


Ela ressalta a mudança na relação das brasileiras com a maquiagem. Itens que eram reservados às ocasiões especiais passaram a fazer parte da rotina, como “um complemento para a autoestima”. Ela acredita que a base é o produto mais valorizado atualmente, principalmente aquela que oferece atributos adicionais.


“A aposta da vez continua sendo uma pele muito natural e iluminada. Espero que essa tendência continue, porque foi bem difícil fazer as brasileiras acreditarem nela. Temos um clima muito quente, e a maioria das peles são de mistas a oleosas. As pessoas confundiam oleosidade com luminosidade. Acredito que por isso a brasileira demorou tanto para se permitir construir essa pele mais ‘natural’”, argumenta. Outra tendência é a despadronização no uso do delineador. Na contramão da busca pela perfeição das linhas, surgem traços gráficos, coloridos e abstratos.


A Eye Shadow Lift, da Talika, oferece cor e efeito lifting ao combinar sombra e tratamento em um único produto. “Trata-se de uma maquiagem com dupla função, uma vez que [além de colorir] trata as pálpebras com falta de firmeza, iluminando os olhos instantaneamente”, informa o maquiador Adilson Nascimento, treinador da marca no Brasil.


São cinco tonalidades, com textura suave e cremosa e que podem ser combinadas para uma aparência natural ou mais intensa. “Os principais ingredientes são as células de rosa de damasco, que reabastecem, firmam, fornecem proteção antioxidante e ajudam a reduzir as rugas, além de aumentar a síntese das fibras de colágeno”, afirma.


Nascimento também menciona a “reinvenção do corretivo” apresentada pelo Eye Detox Concealer, disponível em três tonalidades. Além de cobrir imperfeições, o produto (com ácido hialurônico) tem ação antienvelhecimento e antifadiga, “combinando camuflagem, tratamento e acabamento profissional”.


No que diz respeito às tendências, ele explica que a pele ganha luminosidade com a criação de pontos de luz na zona T (testa, nariz e queixo). O blush em creme confere “um ar saudável” ao rosto. Para os olhos, é destaque o uso de sombras cremosas, cintilantes e glossy, em um único tom e aplicadas com o dedo, para deixar o visual descontraído. “A ideia é criar um look monocromático ideal para o dia. Para a noite, a sugestão é usar e abusar das combinações de mais de um tom, para dar um aspecto de sofisticação e sedução ao olhar”, ensina.


Cílios e sobrancelhas tendem à naturalidade. “Já existem tratamentos que estimulam o crescimento, o volume e a repigmentação desses fios”, diz. Na boca, predominam o brilho, os tons de nude e o vermelho clássico.

 

 

Tendências e matérias-primas

Estão em alta as maquiagens “híbridas”, que aliam beleza e tratamento ao oferecer benefícios e texturas especiais, normalmente encontrados em produtos de skin care. São exemplos as bases com texturas ultraleves e alta cobertura, produtos hidratantes para lábios e pós faciais com FPS.


Para Luciana, da Assessa, unir alta cobertura, boa espalhabilidade e toque seco é um dos principais desafios na formulação desses produtos. “No entanto, estamos diante de novas tecnologias que permitem a incorporação de água em make-ups. Já existe no mercado [um produto para] maquiagem com 75% de água em sua formulação. Isso dá enorme flexibilidade ao formulador, que pode explorar novas texturas e adicionar ingredientes que trazem benefícios à pele”, comenta.


Ela lembra que a pele do rosto é mais fina, permeável e sensível às agressões, demandando tratamentos específicos. “A incorporação de ingredientes bioativos às formulações lança uma nova luz sobre um segmento que vinha evoluindo em velocidade menor, quando comparado aos de skin e hair care”, afirma.


A Assessa tem um extenso portfólio de produtos adequados às formulações de maquiagem à base d’água. “Temos ingredientes que conferem texturas especiais e ao mesmo tempo tratam a pele, ingredientes que são alternativas ao silicone, outros riquíssimos em vitaminas, com propriedades anti-inflamatórias, clareadores de manchas, antioxidantes e firmadores da pele”, ressalta.


Conheças as características de alguns deles:

Carbogreen E.I – espessante, controlador de viscosidade, sensorial aveludado e toque seco. O ingrediente absorve a oleosidade da pele, oferece secagem rápida, espalhabilidade e formação de filme. Certifi cação COSMOS.

Carbogreen E.O – agente de suspensão, espessante, controlador de viscosidade, com sensorial aveludado, toque seco, espalhabilidade e formação de filme. Certificação COSMOS.

Quiditat NWP – clareador de manchas, antiaging, calmante, hidratante e fi rmador da pele.

Actimulsi GA20 – toque seco, sensorial semelhante ao do silicone, com ação calmante e anti-inflamatória. Permite a formulação de produtos para pele sensível. Certificação COSMOS.

Frulix Certified Acerola – atividade antioxidante de longa duração. Antioxidante e dermoprotetor. Certificação COSMOS.


Para Pedro Bretzke, gerente geral da Terramater, além da melhora na aparência da pele, “consumidores desejam um produto elaborado com ingredientes de origem sustentável, seguros para ele e para o meio ambiente”. “Benefícios como ação antipoluição, pro-age e de controle da oleosidade são buscados em novos desenvolvimentos”, acrescenta.


A Terramater disponibiliza uma linha de argilominerais com certificação COSMOS/Ecocert e eficácia comprovada. “São ingredientes coloridos ou brancos que promovem um sensorial suave e toque seco. Esses ingredientes têm capacidade de absorver substâncias hidro e lipofílicas, reduzindo a oleosidade e absorvendo o suor (efeito mate), sempre promovendo a homeostase da pele”, menciona.


Estudos de eficácia comprovam a atividade antipoluição dos produtos, “por meio da formação de uma barreira ativa que absorve os poluentes antes que estes entrem em contato direto com a pele. Estudos clínicos demonstram o efeito tensor e o aumento da elasticidade em até 173%”, afirma.


O desenvolvimento de produtos capazes de entregar benefícios como hidratação profunda, efeito tensor e disfarce ótico “é destaque nas linhas premium e nas populares”, diz Eliane Dornellas, da Colormix. “A dificuldade é encontrar matérias-primas que promovam novas texturas e que, além de trazerem novidades na forma de se maquiar, também permitam a estabilidade para a complexidade química presente em sua formulação”, afirma.


Para Eliane, um bom projeto de maquiagem começa pela escolha de uma base cosmética assertiva. “O agente reológico pode ser o diferencial para o sucesso desse projeto. Na Colormix, a solução para reológicos é grande e abrange: Laponite, Gelwhite e Optgel nas versões hidro. Nas versões lipo temos o Tixogel, o Garamite e o Reocin”, comenta. Ela também menciona os corantes naturais, pigmentos de efeito, borosilicatos, glitters e micas, bem como ativos multifuncionais, “conservantes delicados, emolientes de sensorial requintado e fragrâncias não alergênicas”.


Eliane ressalta a tecnologia dos niossomas, presente no NIO – Active, produzido pela empresa italiana Naturalis. “Os niossomas são vesículas que transportam dois ativos com polaridades antagônicas simultaneamente. O núcleo do niossoma consiste em uma cavidade aquosa cercada por uma ou mais camadas bimoleculares. O grupo da cabeça polar forma a interface nas superfícies externa e interna das bicamadas das vesículas”, descreve.


“O niossoma entrega de forma simples os ingredientes ativos onde são necessários, por meio de sua condução pelo estrato córneo. Seu formato de vesícula ultradeformável, produzida por monoésteres de poliglicerol, permite a entrega dos ativos em camadas profundas da epiderme”, completa. O NIO – Active combina três ativos: óleo de romã, com ação antioxidante; extrato de leveduras, com ação calmante antirradicais livres e que proporciona equilíbrio na microbiota cutânea; e os ribonucleotídeos, que fornecem condições para a reestruturação da epiderme.


Vera Carvalho, da High Chem, informa que a empresa oferece ao mercado ésteres e óleos exóticos para uso em formulações de maquiagem. “Os ésteres melhoram o espalhamento e o sensorial na aplicação de vários produtos, como batons. Os óleos vegetais exóticos contêm nutrientes que auxiliam no tratamento da pele, uma ação importante quando se busca produtos multifuncionais. Também temos ativos para tratamento que podem ser adicionados às formulações de maquiagens, como os que proporcionam ação antirrugas, calmante e de prevenção da acne”, comenta.


O movimento por inclusão e respeito à diversidade trouxe a necessidade de atender a vários tons de pele, tipos de cabelo e à preferência por produtos genderless. “As cartelas de cores entram com tudo, para valorizar o tipo físico de cada indivíduo. Nunca se ouviu falar tanto em ‘colorimetria’ e ‘color lifting’, técnicas que nos permitem identificar o subtom de pele de cada pessoa, considerando inclusive as estações do ano e as tendências de moda. Dessa forma, cada pessoa pode encontrar sua própria cartela de cores”, aponta Fernanda Soro, gerente sênior de marketing Latam da Sensient.


A busca por um estilo de vida mais saudável e em harmonia com o meio ambiente reforça a tendência da naturalidade: “o embelezamento já não é baseado apenas no disfarce e na coloração, mas sim na promoção da saúde da pele como um todo”.


Nesse contexto, a Sensient destaca as linhas:

Natpure Xfine – extratos 100% naturais e exclusivos, oriundos da categoria “superfood”, que proporcionam cor e cuidado, com ingredientes ativos antioxidantes de sucos vegetais. Ideal para formulações de maquiagem e skin care.


Natpure Xtra – composta por ativos botânicos altamente concentrados, obtidos pelo processo de extração Phytoclean, que é 100% à base d’água. Há opções antioxidante, anti-inflamatória e antipoluição, ideais para formulações “clean beauty”.


“Pensando no quesito proteção, temos o Covabead Crystal, uma combinação única de propriedades de reflexão da luz e impacto sensorial para formulações avançadas de cuidados com a pele. Dentre suas características, destaca-se o fato de ser um FPS booster, além de proteger contra a luz azul”, cita Fernanda.


Dentre as mudanças comportamentais impostas pela Covid-19 está o uso de máscaras, que deve se estender por algum tempo, em uma nova realidade. “Percebemos que o uso da máscara contribuiu para que os olhos se tornassem o centro das atenções. Influenciadores de beleza de todo o mundo usam a hashtag #maskmakeup e criam tutoriais para maquiar os olhos de forma criativa e até extravagante, com cores vivas, efeitos holográficos e brilho. Temos espaço para uma profusão de sombras, delineadores coloridos, lápis e produtos para as sobrancelhas”, destaca.


Ela menciona o domínio das máscaras para cílios nas vendas de maquiagens para os olhos, “que tiveram 47% de share em 2019, segundo a GlobalData”. A Sensient oferece pigmentos, dispersões, formadores de filme, agentes de textura, thickeners e fibras, dentre outros produtos para a formulação de máscaras para cílios.


O desenvolvimento de maquiagens tem especificidades relacionadas aos diversos tipos de produtos que compõem a categoria. Os compactados, por exemplo, podem sofrer espelhamento (formação de uma camada rígida na superfície), dificultando a sua transferência para a esponja ou o pincel.


“Isso acontece quando o pó absorve água na superfície. Outra observação sobre os compactados é que eles podem quebrar no estojo. Para evitar isso, é necessário trabalhar com um agente de compactação adequado (binder), que consiga molhar os pós sufi cientemente, para que eles tenham uma coesão equilibrada, sem deixar o produto muito úmido ou muito seco”, explica Fernanda.


“A Sensient é reconhecida internacionalmente em tratamento de superfície e tem um vasto portfólio de pigmentos hidrofóbicos, como o Unipure BA, que é natural, obtido a partir de 100% de óleo de abacate orgânico. É ideal para formulações com alta carga de pigmento, com toque macio e leve”, salienta.


No caso dos batons, são críticos o ponto de gota (que está relacionado à possibilidade de a bala quebrar durante o uso), a exsudação (as gotinhas que se formam na bala quando a temperatura está mais alta) e a performance de transferência de cor na aplicação. “A mistura de ceras, de baixo e alto ponto de fusão, e os agentes emolientes atuam diretamente para uma estrutura saudável e que não apresentará problemas de quebra durante o uso ou exsudação não retornável”, aponta.


A performance da cor está relacionada à abertura dos pigmentos, que precisam estar em um tamanho de partícula reduzido e homogêneos na aplicação. “O controle de tamanho de partícula também impede que a bala tenha uma cor diferente da aplicação. Para evitar esse problema, pode-se trabalhar com dispersões pigmentárias. A Sensient tem grande expertise em dispersões minerais e orgânicas de alta pureza e performance, com fácil aplicação, bom cisalhamento de partículas, controle de cor lote a lote e ótimo padrão microbiológico e de estabilidade”, conclui.


Ana Carolina Albertini, gerente técnica da Sarfam, aponta a preferência das brasileiras por uma aparência natural no dia a dia: a maquiagem com efeito “make no make”.


Dentre as especialidades da Sarfam, são destaques:

Pigmentos tratados – a empresa oferece pigmentos de óxido de ferro com diferentes opções de revestimentos. “Nossos pigmentos, da Uni-Powder, também são encontrados na versão em pasta, já dispersos. O tratamento de superfície diferenciado melhora a performance de cobertura e homogeneização na formulação, além da escolha ideal de compatibilidade com os demais componentes da composição”, ressalta Ana Carolina.


Kairane 1014 – emoliente biodegradável e altamente volátil. Considerado uma alternativa ao isododecano e ao ciclomethicone D4, é um emoliente volátil que proporciona sedosidade à pele, ideal para formulações de maquiagens e BB creams.


Argilas – a linha de argilas da Terramater é 100% natural e fotoestável, com destaque para a linha Sparclay. Além do efeito de cobertura, elas auxiliam no sensorial e na espalhabilidade da formulação, com ação antioxidante e antipoluição, dentre outros benefícios.


SolAmaze Natural – lançamento 2020 da Nouryon, especialista em formadores de filmes. Polímero formador de filme para resistência à água, 100% natural, de origem vegetal e biodegradável. Com excelente performance, não precisa de neutralização e deve ser adicionado à fase hidrofóbica da formulação.

 

Normas regulatórias

A química Mara Augusto, especialista na área de regulatórios, explica que não existem regras específicas para a categoria de maquiagem, mas sim as que se aplicam a todos os produtos cosméticos.


Abaixo, ela comenta as que impactam diretamente o produto acabado.


Normas relacionadas a requisitos técnicos, parâmetros microbiológicos e rotulagem:

RDC Nº 288, de 4 de junho de 2019

Essa é uma resolução harmonizada no âmbito do Mercosul, na qual os requisitos obrigatórios, como fórmula qualitativa-quantitativa, especificações técnicas do produto acabado e comprovação de segurança e eficácia, são estabelecidos e devem fazer parte do “Dossiê Técnico do Produto”.


RDC Nº 7, de 10 de fevereiro de 2015

Esta resolução foi parcialmente alterada pela resolução 288/2019 em relação aos requisitos técnicos. Contudo, traz importantes informações sobre classificação de produtos de Grau 1 e Grau 2, além das listas indicativas de categorias de produtos.


Resolução N° 481, de 23 de setembro de 1999

Estabelece os parâmetros de controle microbiológico para os produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes.


RDC Nº 250, de 21 de novembro de 2018

Permite a coexistência de mais de uma rotulagem para o mesmo produto. São exemplos as campanhas comemorativas como Dia das Mães, Dias dos Namorados e Natal.


Normas relacionadas às listas de substâncias:

RDC N° 83, de 17 de junho de 2016

Esta também é uma resolução harmonizada no âmbito do Mercosul e que contém mais de 1.300 ingredientes que não podem fazer parte da formulação de um produto cosmético. É permitida a presença de substâncias proibidas como traços, apenas se [a inclusão dessas substâncias] for tecnologicamente inevitável nos procedimentos corretos de fabricação e com a condição de que o produto acabado seja comprovadamente seguro.


RDC N° 69, de 23 de março de 2016

Esta é uma lista positiva harmonizada no Mercosul, na qual somente os filtros UV listados podem ser usados com a função de proteger a pele.


RDC Nº 44, de 9 de agosto de 2012

Lista positiva harmonizada no Mercosul, na qual somente os corantes listados podem ser usados nos produtos cosméticos. Deve-se observar o campo de aplicação a que o corante se destina, pois nem todos os corantes podem ser usados em mucosas ou na área dos olhos, por exemplo.


RDC Nº 29, de 1º de junho de 2012

Esta é uma lista positiva harmonizada no Mercosul, que estabelece os conservantes que podem ser usados em cosméticos. Esses ingredientes são adicionados aos produtos com o objetivo de inibir o crescimento de microrganismos.


RDC N° 03, de 18 de janeiro de 2012

É uma lista de grande complexidade, harmonizada no Mercosul. Nela estão listados vários ingredientes que só podem ser usados se cumpridas as restrições estabelecidas, além da obrigatoriedade de inserir dizeres de rotulagem na embalagem do produto.


RDC Nº 15, de 26 de março de 2013

Regulamento Técnico “Lista de substâncias de uso cosmético: Acetato de chumbo, Pirogalol, Formaldeído e Paraformaldeído”. Esta legislação se aplica somente ao Brasil.


Produtos infantis:

RDC N° 15, de 24 de abril de 2015

Esta resolução se aplica a todos os produtos destinados ao uso infantil. É uma resolução que requer bastante atenção, pois estabelece critérios para formulação, categorias, grupos de produtos, define idade de uso para determinados artigos, avaliação de segurança, advertência de rotulagem e outras limitações, incluindo os produtos de maquiagem infantil.


Protetores solares e produtos multifuncionais:

RDC N° 30, de 1º de junho de 2012

Nesta resolução, válida para o Mercosul, são definidas as metodologias que podem ser usadas para comprovação de FPS, Resistência à Água e FPUVA (Fator de Proteção UVA). Ela também estabelece que o FPS mínimo é 6 e o máximo, 99. Essa resolução tem requisitos para dois tipos de produtos: os que têm a proteção solar como função principal e os multifuncionais, que oferecem a proteção solar como benefício secundário.


Para os multifuncionais, a comprovação do FPS e do FPUVA declarados deve seguir as mesmas metodologias dos protetores solares. No entanto, o FPS mínimo é 2 e o FPUVA também é 2. Na rotulagem dos produtos multifuncionais, é obrigatório o uso da frase: “Este produto não é um protetor solar”.

 

Formas de apresentação

Pós faciais e compactos: os pós faciais são formulados com substâncias minerais finamente moídas e pulverizadas. Eles alteram a tonalidade e conferem aspecto uniforme à pele, ainda que temporariamente, além de controlar a oleosidade. Os pós compactos têm composição semelhante à dos pós faciais. A diferença está na adição de um aglutinante e no processo de compactação, feito por meio de prensas especiais.


Sombras: são apresentadas nas formas em pó, compactada, cremosa ou acondicionada no formato de lápis. As mais comuns são as sombras compactas. É importante que elas não apresentem acúmulos nas pálpebras e ofereçam bom espalhamento, aderência e textura leve.


Bases: normalmente são apresentadas em cremes ou emulsões do tipo O/A com pigmentos em suspensão. Há também as versões em pó, no caso de maquiagens minerais. Elas tonalizam e deixam a pele com aspecto uniforme. Existe uma boa variedade de formulações, como as oil free à base de água e silicone, com agentes umectantes para evitar o ressecamento da pele; as de longa duração; as que ajudam a regular o brilho e a oleosidade da pele; as com efeito óptico; e a base líquida, com efeito lifting.


Blushes: devem oferecer textura suave, fácil aplicação e cobertura uniforme. São produtos formulados com alta concentração de pigmentos e apresentação em forma de pó, compactado, líquido e em creme.


Máscaras para cílios: além de colorir, elas podem aumentar o volume, espessar, alongar e intensificar a curvatura dos cílios. É importante que os fios não grudem ou acumulem excesso de produto. A escova de aplicação (reta ou arqueada, com cerdas finas ou grossas) é fundamental para garantir o desempenho do produto.


Batom: é uma dispersão de pigmentos e corantes numa base formada por óleos vegetais e minerais, além de gorduras e ceras. Confere cor, forma e volume aos lábios. A apresentação é na forma de bala ou líquida, com pincel aplicador. A adição de ingredientes hidratantes e protetores solares é característica comum aos lançamentos, que podem trazer vitaminas, ativos nutrientes e antirradicais livres, dentre outros benefícios.


Gloss:
proporciona brilho e efeito molhado. A formulação normalmente inclui ingredientes hidratantes, além de gorduras e ceras.


Delineador líquido, lápis e kajal: usados para contornar e realçar os olhos, eles devem oferecer boa cobertura e textura macia. No caso do delineador, secagem rápida é essencial. A resistência à água é um dos atributos valorizados nessas categorias.


Corretivos: atenuam bolsas e olheiras, além de dissimular outras imperfeições na pele. As composições são parecidas com as das bases líquidas, com apresentação em forma líquida, em creme ou em bastão. As formulações podem incluir vitaminas, agentes cicatrizantes e antirradicais livres.


Primer: creme usado para diminuir a oleosidade da pele, atenuar rugas e linhas de expressão, disfarçar a aparência de poros dilatados e prolongar o efeito da maquiagem. O produto também pode oferecer benefícios como hidratação e ação antioxidante.

Matérias relacionadas:

Produtos Skin Care

Erica Franquilino

Microbioma Cutneo

rica Franquilino

Mercado Masculino

Erica Franquilino

Novos Produtos